xtracycle #2


Primeiro há que retirar a roda, o desviador traseiro, os travões (os meus são v-brakes), e a corrente (com um descrava).
O sub-quadro é colocado nos droup-outs da bicla original (tem parafusos que permitem regular conforme a grossura dos droup-outs e o distanciamento das escoras. A Timberlina é muito standard...7mm e largura de escoras que entra directamente no kit).
Depois o extremo frontal do kit é preso no local onde se costuma aparafusar o descanso lateral, numa ponte entre as escoras logo atrás do conjunto pedaleiro da frente.
Agora a roda é colocada nos droup-outs do kit e TCHARAM...temos uma Timberlina long-tail:


Visto de cima e em pormenor a traseira (a tail)


Os racks verticais colocam-se com a maior das facilidades:


E a cereja no topo do bolo é o snap-deck, que se prende por pressão (SNAP)


Isto é como os programas de culinária:

Esta versão é uma que foi colocada no forno antes para as fotos!

Ainda falta acrescentar a corrente, colocar os v-brakes no sítio e aumentar o cabo para os mesmos, assim como o cabo para o desviador traseiro (o excesso de corrente, os cabos mais longos e o excesso de bichas vem no kit).

...continua

2 comentários:

Sérgio Guerra disse...

Essas xtracycle têm muito bom aspecto, e são bem leves.. Espero que vás descrevendo detalhadamente a experiência de utilização :)

Gonças disse...

I will....e olha que é mesmo REAL LIFE EXPERIMENT!